Ouro Preto(MG) foi o primeiro bem cultural brasileiro inscrito pela UNESCO.

 

 

SP_20180508_072541.jpg

Primeira escolha – Seguindo a ordem cronológica de aceite, destacamos o ano de 1980, em que a Cidade Histórica de Ouro Preto (MG) foi declarada pela Unesco como Patrimônio da Humanidade.  A concessão do título foi em virtude de seu conjunto urbanístico e arquitetônico. Em termos de estilo, existe o predomínio renascentista e barroco.

Antigamente, Ouro Preto era a capital da Província de Minas Gerais. Destacava-se, desde então, por sua riqueza arquitetônica e pela arte sacra de Aleijadinho e Athayde.

Com isso, Ouro Preto mantém preservado um dos mais ricos conjuntos arquitetônicos do país, formado por casarões, igrejas e palácios erguidos durante o Ciclo do Ouro.

No ano de 1933, Ouro Preto foi reconhecida como Monumento Nacional. Em virtude disso, a cidade teve o seu conjunto arquitetônico e urbanístico inscrito no Livro de Tombo de Belas Artes em 1938, e nos livros Histórico e Arqueológico, Etnográfico e Paisagístico do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, em 1986.

Por fim, Ouro Preto foi o primeiro bem cultural brasileiro inscrito pela UNESCO na Lista do Patrimônio Mundial, em 5 de setembro de 1980.

 

 

Atrativos

A Igreja de São Francisco de Assis, em Ouro Preto, teve seu forro pintado por Manuel da Costa Athayde, mais conhecido como Mestre Athayde. Ele é famoso por suas belíssimas pinturas em perspectiva nos forros das igrejas mineiras. Portanto, a referida igreja representa outro importante marco turístico da cidade.

Seus principais museus – como o da Inconfidência e a Casa dos Contos – contam a história da cidade e de parte importante do período colonial brasileiro. Além de museus, há as igrejas, dotadas de obras sacras esculpidas por Aleijadinho, e que compõem alguns dos monumentos mais visitados em Ouro Preto.

20180414_134421
Museu da Inconfidência

 

A Praça Tiradentes localizada na cidade de Ouro Preto. Foi o local onde a cabeça do Continuar lendo “Ouro Preto(MG) foi o primeiro bem cultural brasileiro inscrito pela UNESCO.”

Anúncios